Depoimentos

[ninja_forms id=6]

[divider width=”full”]

[tabgroup_vertical]

[tab title=”Marco Saliba (São Paulo)”]

O que dizer? Há coisas que as palavras não alcançam! Nenhum texto é capaz de expressar o que senti ao ver o Half voltar a ser feliz depois de uma série de problemas de saúde. Bastaram 2 dias de alimentação saudável da LA PET CUISINE e meu shitszu já corria pela casa, pulava feito cabrito, subia na mesa como gato, saltava feito coelho! Que alívio voltar a ser incomodado toda hora! Doutora Juliana e toda equipe, meu eterno muito obrigado! Vocês fizeram a diferença na minha vida e na do Half! O difícil, agora, é fazer ele parar de latir para o microondas! Kkkkk

[/tab]

[tab title=”Marcelo R. (São Paulo)”]

Oi Juliana, boa tarde.
Normalmente no Brasil, quando recebemos um produto de qualidade + um serviço excepcional, nós temos o péssimo habito de achar que “a empresa não faz mais do que a obrigação”. Vou tentar quebrar este conceito.
Em primeiro lugar, gostaria de agradecer a vocês. Acredito que vocês não saibam o bem que fizeram para minha cachorrinha. Explico: minha cachorrinha (uma Pug, nome Fifi) tem, desde quando nasceu, vários problemas de saúde crônicos (sem contar os problemas não crônicos, por exemplo, um câncer benigno com 1 ano de idade). Normalmente, ela tem erupções na pele e fortes infecções na orelha, causadas por produção excessiva de cera.
Algum tempo atras, após muitas indas e vindas ao veterinário (mais de um), comecei a desconfiar que o problema dela poderia ser a alimentação (já que todo o resto das possibilidades estavam sendo eliminadas uma a uma), e resolvi fazer o teste com a La Pet Cuisine.
No início, desconfiei um pouco e tive alguns receios (por exemplo: será mesmo que as refeições influenciam tanto na saude de um cachorro? Será que minha cachorrinha vai se adaptar à nova comida? Será que eu vou me adaptar à comprar a nova comida e ao processo de “preparação” dessa comida). Para a minha surpresa (e alegria!), a Fifi se adaptou super bem à comida e os benefícios dessa nova dieta começaram a aparecer bastante cedo: a orelha, que antes produzia uma quantidade excessiva de cera (tínhamos que limpar a cada 2 dias, para se ter uma ideia), simplesmente voltou ao normal. As erupções na pele diminuíram consideravelmente (quase chegando a zero), o odor, que antes se tornava insuportável depois de 1 semana (era obrigatório darmos um banho) se tornou normal, a ponto de após 1 semana não incomodar em nada.
Em resumo, eu consegui ver um grande avanço na saúde dela.
Falando agora do serviço: foi extremamente fácil comprar pela internet, a comunicação comigo para o depósito foi simples, a comida chegou perfeita em minha casa no dia e data combinados e, o melhor, com um envelope com meu nome escrito à mão com informações uteis sobre a comida e uma amostra grátis de um biscoito para cachorro (que minha cachorrinha, obviamente, devorou).
Dito tudo isso, gostaria de agradecer vocês pelo incrível trabalho. De ponta-a-ponta, minha experiência com vocês foi incrível.
Grande abraço e tenham certeza de que vocês ganharam um cliente fiel. Agradeço se você puder fazer com que meu relato chegue às donas da empresa.

[/tab]

[tab title=”Fernando (São Paulo)”]

A MINHA BASSET HOUND ADOROU AS COMIDINHAS. BASTA EU LIGAR O MICROONDAS QUE ONDE QUER QUE ELA ESTEJA NA CASA ELA CHEGA EM 2 SEGUNDOS PARA COMER.

[/tab]

[tab title=”Rafaela (São Paulo)”]

A Olívia sempre teve dificuldade para comer e não pode comer frango pois é alérgica e a ração que compro é aquela hipoalergênica?sem gosto de nada?depois que apresentei o La Pet Cuisine ela mudou completamente, está mais feliz, comendo 2 vezes por dia, super animada!!! Estou muito feliz!!!!
Obrigada por criarem algo tão especial para as minhas filhas! 🙂

[/tab]

[tab title=”Tatiana (São Paulo)”]

Preciso contar que a Bella amou esse tipo de alimentação! Antes ela não comia direito, sempre era difícil de fazê-la comer bem. Hoje ela chora de ansiedade para comer!

[/tab]

[tab title=”Cristina (São José dos Campos – SP)”]

Sempre tive dó em dar a mesma comida aos meus bichinhos a vida toda! E ficava inventando coisas….Amei a ideia!

[/tab]

[tab title=”Marilene Rodrigues (São Paulo)”]

O Yuri é um lhasa (12 anos) cardíaco e que acabou de tirar o pulmão direito em virtude de tumor. Passei da ração para a refeição da La Pet especialmente preparada para ele. Ele adorou!!!!! Passei a indicar os alimentos preparados pela La Pet para todos os meus amigos.

[/tab]

[tab title=”Ana Lucia Magalhães (Rio de Janeiro)”]

Tenho duas poodles-toy -: Duda, de 13 anos, e Juju, de 8 anos, ambas cardíacas. Há mais de um ano vinha enfrentando problemas com elas, que já não aceitavam mais a ração ( sempre Premium importada ). Para fazê-las comer eu começei a improvisar, colocando um pouco de pão light ou torradinha e, às vezes, um pouquinho de requeijão light.

No início de maio deste ano, a Duda emagreceu muito rapidamente ( perdeu 600 gramas, o que é muito para o seu tamanho ) e corri para a veterinária, que resolveu fazer exame de sangue a fim de verificar os níveis de uréia e creatinina. A uréia estava em 123, quando o limite é em torno de 55, e a creatinina bateu nos 2,1.

A veterinária mudou a ração e passou remédios, mas a dificuldade em fazê-la comer persistia eu não podia mais usar os “truques” que vinha usando, por conta da uréia e da creatinina altíssimas. Levei-a à uma nutricionista veterinária, que indicou alimentos que ela poderia comer. Não deu certo !

Novo exame de sangue apontou a uréia em 221 e a creatinina um pouco melhor, mas ainda alta.

Foi quando um amigo de trabalho me ligou, em um sábado à tarde, falando que tinha lido uma matéria sobre a La Pet Cuisine, que fazia comida natural para cães. Entrei no site e relatei o problema na alimentação da Duda e da Juju e relatei o caso grave da Duda. A Dra. Juliana me respondeu naquele mesmo fim de semana e solicitou que enviasse todos os exames das minhas pequeninas.

A partir destes exames, a La Pet Cuisine preparou uma dieta personalizada para cada uma, que passei a dar para elas. Nem precisa dizer que elasa adoraram !! Já passaram pouco mais de 3 meses e elas continuam bem. Com a ajuda dos remédios próprios para uma cachorra renal e da ótima comida da La Pet Cuisine, a Duda se recuperou – a uréia está bem próxima da normalidade e a creatinina já voltou ao normal. Ah, A Duda praticamente voltou ao seu peso normal.

Tenho que dosar a comida da Juju, pois ela tem histórico de sobre peso, gordinha mesmo. Até arroz integral ela comeu e gostou.

As duas lambem os seus potes de comida literalmente !!

Isto mudou a qualidade de vida delas e até a minha, pois vejo que elas estão se alimentando super bem e de uma forma bastante saudável !!

[/tab]

[tab title=”Beatriz Chaves (São Paulo)”]

Encontrei o site da La Pet Cuisine por acaso e achei ótima a ideia da comidinha de verdade para os cães. Acontece que eu NÃO tenho cão, tenho uma gata de 17 anos, que tem insuficiência renal.
Arrisquei um contato com o SAC e me disseram que podiam sim elaborar um cardápio pra Nina.

E a Nina a-do-rou! De agosto pra cá, a Nina vai muito bem e adora a comidinha caseira da La Pet Cuisine. Boas festas a todos da La Pet Cuisine!

[/tab]

[/tabgroup_vertical]